top of page
Buscar
  • Estúdio Telescópio

O que é conteúdo multiplataforma e por que fazer

Atualizado: 28 de nov. de 2022



Para quais plataformas precisamos produzir conteúdos? Você, por exemplo, investiria em vídeos para as mídias sociais, em textos para blog, em vídeos para o YouTube ou em podcast?

Se a sua resposta for: “para todos”, você estará pensando em produção de conteúdo multiplataforma. Mas faz sentido apostar em produção de conteúdo multiplataforma? Vamos pensar juntos!

Nós queremos conversar com a nossa audiência onde ela estiver, certo? E onde ela está? Bem, como você já deve deduzir, cada vez mais a audiência está em várias plataformas diferentes, e é por isso que a produção de conteúdo multiplataforma sai na frente.

A audiência atual — e, consequentemente, o consumidor atual — não se contenta mais em acompanhar o conteúdo somente em um lugar. Por isso é importante estar presente em diferentes plataformas, e atuar como produtor de conteúdo em todos eles.

Nesse sentido, como gerador de conteúdos, ser multiplataforma significa entender a mudança de hábito nos padrões de consumo de conteúdo digital e estar presente em todos os canais onde as pessoas buscam informações.

Replicar não é ser multiplataforma

É correto afirmar que os conteúdos precisam ser distribuídos em todos os meios. No entanto, precisamos frisar que a produção de conteúdo multiplataforma não é replicar o que você fez em diferentes lugares. Afinal, não se trata de ajustar ou replicar, mas sim de adaptar cada conteúdo.

O importante aqui é levar em conta as características, interesses e maneiras de consumo da audiência em cada um dos formatos e plataformas.

Assim, seu negócio alcançará mais pessoas e você terá a oportunidade de se relacionar com o público já conquistado por meios diversos. Inclusive, poderá fazer isso aprofundando um assunto que iniciou em vídeo por meio de um episódio de podcast, por exemplo.

Uma plataforma complementa a outra

Quando falamos em produção de conteúdo multiplataforma, podemos pensar em narrativas de complementação. Ou seja, uma plataforma pode (e deve) estar atuando em conjunto com outras.

Como, por exemplo, em uma mesma página de site ter um artigo em texto que direcione para outras plataformas em que tenha um conteúdo complementar em outros formatos, como fotos, vídeos ou um quiz.


Dessa forma, é possível não só oferecer mais de uma opção de formato para se consumir um conteúdo, mas sim fazer com a que consumir o mesmo conteúdo em diferentes formatos faça parte da experiência.

Fez sentido pra você? Estamos aqui para que pessoas e marcas possam ampliar, reforçar e criar conteúdos multiplataforma incríveis. Para saber como você ou a sua marca pode investir, entre em contato conosco!

7 visualizações0 comentário
bottom of page