Buscar
  • Estúdio Telescópio

Entenda o que são personas e saiba como criar as suas



Vai produzir conteúdo para alguma marca? Se a resposta foi sim, dentre as ferramentas essenciais para começar uma estratégia está a definição da sua persona. Mas, afinal, o que é uma persona? Este é o tema que vamos desvendar no post desta semana. Vamos lá?


Persona: o que é, para que serve e como criar


Persona é um perfil fictício, feito a partir de dados de consumidores reais, para representar o cliente ideal de uma empresa. Diferente do público-alvo, que possui uma descrição mais abrangente, a persona contém, além de gênero e faixa de renda, características mais específicas, como hábitos, interesses e gostos.


A persona é essencial para o conteúdo você ter uma estratégia alinhada ao público certo e entender quais são os desejos, as dores e as demandas do seu cliente ideal. O motivo? Vejamos: você acha possível construir um planejamento de conteúdos que desperte o interesse do seu cliente em potencial tendo pouca ou nenhuma informação a respeito de quem ele é? Seria assertivo escolher os assuntos para desenvolver sem saber com quem você vai se comunicar?


A resposta é simples: não! É justamente para isso que é criamos personas. A persona fará você saber para quem o conteúdo estará sendo criado, quais temas deverão ser abordados; e qual a melhor linguagem a ser utilizada. Assim, o seu conteúdo não sairá “atirando para todos os lados”.


Como fazer personas?


Há várias métodos para chegar até a sua persona. Aqui no Estúdio Telescópio fazemos o estudo de pesonas por meio de entrevista em profundidade, pois acreditamos ser a melhor e mais tradicional estratégia para construir um perfil fictício a partir de pessoas reais e problemas reais, como fazia Alan Cooper, o criador do conceito de personas (no final deste texto explico um pouco sobre isso!).


Com as entrevistas, é possível desenvolver uma pesquisa qualitativa, uma metodologia exploratória que possui foco no caráter subjetivo do objeto analisado. A partir dessa pesquisa, conseguimos mapear um perfil representativo do público com informações demográficas e geográficas, e criamos uma “história de fundo para ela”, traçamos a jornada do cliente.


O inventor do conceito de personas


O conceito de personas foi criado em 1983 pelo designer e programador de softwares norte-americano Alan Cooper. Ao desenvolver um sistema de gerenciamento de projetos, ele entrevistou Kathy, uma gestora de projetos que desejava entender melhor o trabalho dele.


Durante o desenvolvimento do sistema, Cooper travou diálogos internos a partir das entrevistas, em que Kathy explicava o que precisava do software para o seu dia a dia. Ela acabou sendo, de acordo com Cooper, uma espécie de persona primitiva.


Isso porque, a partir dessa experiência, ele fez o mesmo em todos seus projetos seguintes: entrevistou prováveis usuários e criou um usuário imaginário, mas com características reais.

Em 1998, Alan Cooper publicou o livro Os loucos estão controlando o sanatório, no qual, pela primeira vez, foram mencionados os termos buyer persona (para avaliar o cliente antes da compra) e user persona (após a compra).


Gostou deste post? Compartilha com quem está entrando neste universo da produção de conteúdo para marcas e deixa nos comentários o que você achou do nosso método de fazer personas e de como o termo surgiu.


Lembrando que temos um post falando sobre jornada do cliente no próximo artigo e enviaremos um exemplo de persona que criamos para um cliente para quem nos enviar mensagem até o dia 31 de setembro!


Nos encontramos no próximo artigo aqui do blog! :)

37 visualizações0 comentário